Grupo Tempo: O Regresso dos Reis

No inicio deste mês, a ON TIME Entertainment trouxe para a cidade de São Tomé um concerto há muito esperado por todos os amantes da sin-gular sonoridade do Grupo Tempo.

O Grupo Tempo foi fundado em 1996 em São Tomé pelos músicos Gui-lherme de Carvalho, Oswaldo Santos, João Carlos Nezó e Per Arne Lars-son, com géneros musicais oriundos de África, América Latina e Europa. Agora estão de volta com apenas dois membros fundadores - Guilherme de Carvalho e João Carlos “Nezó”, associados aos músicos: Juvenal Ro-drigues (voz e percussão), João Costa Alegre (Baixo) e Any Batista (voz).

“O show “O Regresso dos Reis” era um objectivo pessoal meu que decidi trazer para a produtora, quando o nosso parceiro MOVE ARTE aceitou o desafio, decidimos colocar o navio a funcionar a todo vapor!”, contou o Director Geral da ON TIME Entertainment, Enerlid Franca e Lagos.

Franca e Lagos disse que quando a produtora desenhou o evento previu a casa cheia de sãotomenses. “Contudo algumas coisas correram mal durante o processo de divulgação do evento e temos plena noção que falhamos em termos de resultados com a banda. Temos ainda que nos desculpar diante do nosso público, pois uma vez mais o show começou atrasado, para ser preciso foram 65 minutos de atraso.” Mas ainda assim fez um balanço positivo do evento: “tivemos depoimentos do público pedindo o mesmo tipo de show em cada 30 dias, ou seja, quem esteve presente gostou e muito. Para além disso, ficou patente que sentem necessidade deste tipo de produto cultural diferenciado e isto para nós é muito importante.”

Franca e Lagos disse ainda que a maior dificuldade na organização deste tipo de eventos continua a ser atrair mais público jovem. “Nós temos uma responsabilidade social muito grande e isto define um dos nossos objectivos a longo prazo, por conseguinte, decidimos a partir de agora que em todos os nossos eventos distribuiremos pelo menos 10% de ingressos gratuitamente para jovens com idade compreendida entre os 16 e os 23 anos. Isto servirá para incentivar a população mais jovem e desfavorecida a consumir outro tipo de produto cultural, músicas com qualidade e artistas que inspiram a renovação de ideais”, sublinhou o produtor.

A maior parte dos fãs do Grupo Tempo tem a sensação que a banda ficou fora dos palcos muito tempo, mas o porta voz do grupo, Juvenal Rodrigues, disse ao STP Digital que têm estado a trabalhar há cerca de dois anos, mas de forma tranquila. A maior parte dos integrantes do grupo tem outras actividades e só tem sido possível reunirem-se uma vez por semana para ensaiar, discutir ideias e amadurecer conceitos. “Na realidade, este ainda não é o formato que idealizamos inicialmente, tendo em conta a nossa concepção de arranjos e o som que queremos produzir. Por exemplo, tínhamos um teclista que nos abandonou por razões de saúde e, apesar de esforços feitos, não conseguimos encontrar um substituto. Os bons instrumentistas são poucos e estão envolvidos em outros projectos e actividades. A música que produzimos tem alguma complexidade.” E assim sendo, foram obrigados a fazer reajustes, tentando clarificar e harmonizar o papel que cada instrumento desempenha, assim como o trabalho vocal, uma das marcas do Grupo Tempo, e que a banda entende que deve ser aprofundado, agora com a contribuição de uma voz feminina.

“Outro aspecto tem a ver com o processo de renovação e reequilíbrio do reportório. Por exemplo, os temas da formação original (quarteto e de-pois trio) estavam mais direccionados para baladas. Os integrantes identificavam-se mais como trovadores. Talvez, porque o assunto central das canções é o amor. Porém, é possível falar de amor também em outros géneros musicais, rentabilizando mais a contribuição da guitarra baixo e da bateria. E, por último, a necessidade de trazer algo de novo, de diferente ao espectro musical sãotomense, com base naquilo que é a nossa doutrina: recriar os nossos géneros tradicionais que são muito ricos. Assim sendo, estamos a fazer experiências e os resultados são promissores.”

A banda também fez um balanço positivo do concerto que marcou o seu regresso. “A parceria com a ON TIME produziu um resultado bastante agradável em termos globais. A primeira parte com a dança e os dois jovens novos talentos foi aliciante. E o público foi o máximo. Bastante receptivo e muito participativo na interacção. Naturalmente, há situações que poderiam ser evitadas, particularmente, no plano técnico, e na pontualidade. Contudo, tanto os que lá estiveram, como nós saímos muito satisfeitos. Muitos sugeriram que o concerto deve ser repetido.”

Na agenda do grupo consta, para já, o registo de alguns temas. O grupo quer continuar a inovar, mas de forma mais sistemática, tomando como referência os géneros tradicionais sãotomenses. “Consideramos que o país é muito rico no plano cultural, devido à mestiçagem, e devemos contribuir na criação da marca STP no plano musical e que possa ter projecção internacional. Mas para participar em festivais ou fazer concertos no exterior temos que ter produtos para mostrar, seja em CD, vídeo clips ou em novas plataformas digitais disponíveis. Há também necessidade de ir introduzindo melhorias nos nossos instrumentos e equipamentos”, frisou Juvenal Rodrigues.

Escrito por
Redação
Demografia
Demografia
Do total da população de São Tomé e Príncipe, com aproximadamente 187.356 habitantes (Censo 2012) [...] Foto:...
Venha Conhecer São Tomé e...
Venha Conhecer São Tomé e...
São Tomé e Príncipe é um destino ideal para conhecer uma África amável [...] Foto: Cruza Mundos São Tomé...
Ússua
Ússua
Nasceu no início do século XX, sendo uma dança praticada pelos "filhos da terra" de inspiração europeia:...
O País Lusófonia Política Economia Sociedade Desporto Educação Cultura Multimédia Saúde
Cultura Angola     Embaixadas Futebol        
Demografia Brasil   Turismo Serviços Basquetebol   Gastronomia    
Geografia Cabo Verde   As praias Emprego Ciclismo   Folcrore    
História Guiné Bissau   Ecoturismo Imobiliário Canoagem   Festas Locais    
Clima  Moçambique   A Capital Meteorologia  Clubes        
Fotos  Portugal      Tecnologia Taykwondo        
  Timor     Links Úteis Capoeira        
  S.Tomé e Príncipe       Xadrez        

© 2015 STP Digital Lda. Todos os direitos reservados. | Desenvolvimento por Albatroz Digital | Manutenção por STP Digital Lda | Termos e Política de Privacidade | Publicidade