Demografia

Foto: Katya Aragão

Do total da população de São Tomé e Príncipe, com aproximadamente 187.356 habitantes (Censo 2012). Todos são descendentes de várias etnias que migraram para as ilhas desde 1485. Sete grupos são identificáveis:

- Mestiços, ou os chamados mulatos, descendentes de colonos e escravos Africano Português trazidos para as ilhas durante os primeiros anos de assentamento do Benim, Gabão e Congo (essas pessoas também são conhecidos como Filhos da Terra.
- Forros, descendentes de escravos libertos quando a escravidão foi abolida;
- Serviçais, trabalhadores contratados de Angola, Moçambique e Cabo Verde, que vivem temporariamente nas ilhas;
- Tongas, filhos de serviçais nascidos nas ilhas;
- Europeus, principalmente Português;
- Asiáticos, principalmente chineses minoria, incluindo pessoas de ascendência macaense e chinesa Português misto de Macau.

As ilhas são uma antiga colónia portuguesa. Na década de 1970 houve dois fluxos populacionais significativos — o êxodo da maior parte dos 4.000 residentes portugueses e o influxo de várias centenas de refugiados são-tomenses vindos de Angola. Os ilhéus foram na sua maior parte absorvidos por uma cultura comum luso-africana. Quase todos pertencem às igrejas Católica Romana, Evangélica, Nazarena, Congregação Cristã ou Adventista do Sétimo Dia, que, por sua vez, mantém laços estreitos com as igrejas em Portugal.

A grande maioria do povo são-tomense fala português (95%), mas também fala três crioulos de base portuguesa diferentes.

- População urbana - 61%7
- População rural - 69%

Escrito por
Wikipédia