Bem-vindos a São Tomé!

Saem de Portugal ou de onde quer que tenham estudado com sentimento de dever cumprido. Diplomas nas mãos, no coração carregam sonhos e na cabeça apenas uma certeza: foram anos e noites a base de café para aguentar as diretas a estudar para os exames. E muitas outras noites em festas e jantaradas típicas do meio académico.

Orgulho da mãe e do pai. Quando pisam o chão da terra que os viu nascer, são tomados por comoção. "Enfim em São Tomé", pensam. A família recebe-os em festa e tudo parece bem. Depois dos merecidos festejos começa de facto a mais brava luta que alguma vez já travaram. Mais difícil até que os exames das piores cadeiras do curso. Uma luta em que a persistência, paciência e perseverança tem um papel fulcral.

Os currículos, as cartas de apresentação e recomendação elaboradas com total zelo, exibem perfis de potenciais candidatos a uma empresa ou instituição. São dotados de competências linguísticas, técnicas, académicas e até experiência profissional (pois enquanto estudavam também trabalhavam). Os candidatos perfeitos. No entanto, após distribuírem inúmeros CVs e a medida que o tempo passa, os dias transformam-se em semanas, as semanas em meses, e por fim, passou-se um ano em entrevistas e todas elas com resposta negativa. Nem os concursos públicos pareciam-lhes de fácil acesso.

As mães, nesses meses todos, cada vez mais angustiadas pela injustiça de vê-los finalmente em casa, mas desempregados e sem perspetivas de conseguir um emprego a curto ou médio prazo. Os pais esgotam todos os seus contactos. As poupanças feitas nos anos de estudo chegam ao fim. Estes jovens são-tomenses estão finalmente em casa, mas estão frustrados.

Jovens que antes eram otimistas e que tinham vontade de mudar o mundo, hoje tornaram-se carrancudos e desmotivados. Movidos pelo orgulho propõem-se a trabalhar por conta própria dando aulas de línguas, ainda que não seja essa a sua área de formação, mas sentem-se na obrigação de apoiar os pais financeiramente, e como adultos que hoje são, também querem a sua independência.

Numa conversa informal com uma antiga colega de curso surgiu a oportunidade que Maria (nome fictício) tanto almejava. Conseguiu fazer a ponte entre ela e uma renomada Multinacional que reconheceu nela as características que procuravam nos seus candidatos. Ela era sim a candidato perfeita. Estava muito feliz pois as condições eram óptimas. No aeroporto, a mãe derramou mais uma vez às suas lágrimas, pois a filha partia novamente. A candidata perfeita não fora bem-vinda em São Tomé e Príncipe, embora no exterior fossem reconhecidas as suas capacidades. Um abraço longo separou mais uma vez à mãe da filha. Embora por dentro estivesse destroçada, sabia que era o melhor. Enquanto despedia-se dos demais foi de encontro a uma mulher. "Desculpe, magoei-lhe?" disse ela. "Não, estou bem." Ela continuou: "Ainda bem, desculpe estou toda atrapalhada e feliz porque acabei os meus estudos e voltei para meu país". Ao ouvir aquilo embora soubesse que talvez essa jovem iria passar pelo mesmo, animou-se e desejou que ela tivesse melhor sorte: "Então, seja bem-vinda a São Tomé!"

Por: Yemi Lolo

Demografia
Demografia
Do total da população de São Tomé e Príncipe, com aproximadamente 187.356 habitantes (Censo 2012) [...] Foto:...
Venha Conhecer São Tomé e...
Venha Conhecer São Tomé e...
São Tomé e Príncipe é um destino ideal para conhecer uma África amável [...] Foto: Cruza Mundos São Tomé...
Ússua
Ússua
Nasceu no início do século XX, sendo uma dança praticada pelos "filhos da terra" de inspiração europeia:...
O País Lusófonia Política Economia Sociedade Desporto Educação Cultura Multimédia Saúde
Cultura Angola     Embaixadas Futebol        
Demografia Brasil   Turismo Serviços Basquetebol   Gastronomia    
Geografia Cabo Verde   As praias Emprego Ciclismo   Folcrore    
História Guiné Bissau   Ecoturismo Imobiliário Canoagem   Festas Locais    
Clima  Moçambique   A Capital Meteorologia  Clubes        
Fotos  Portugal      Tecnologia Taykwondo        
  Timor     Links Úteis Capoeira        
  S.Tomé e Príncipe       Xadrez        

© 2015 STP Digital Lda. Todos os direitos reservados. | Desenvolvimento por Albatroz Digital | Manutenção por STP Digital Lda | Termos e Política de Privacidade | Publicidade